Pensamentos Imperfeitos

Fevereiro 15 2009


A Mariana propôs-me um desafio . . . Definir Amor . . .

 Acho difícil definir algo que sentimos e não faria qualquer sentido colocar aqui uma citação do dicionário ! Na minha opinião, o sentimento "Amor" é sentido, expresso e vivido de maneiras diferentes por cada um de nós. . .

Não consigo reduzi-lo apenas em palavras, por muito que me esforçasse sairia sempre incompleto e assim perderia o significado que tem para mim. Por isso não vou conceptualizá-lo, não gosto de coisas incompletas.


Deixo aqui um texto que escrevi para um concurso de prosa e poesia da escola . . . É dirigido a ti, Amor . . . (Não fiques comigo apenas nos dias especiais, acompanha-me sempre está bem?)

  "Por muito já passei, momentos bons e momentos maus, diversas experiências já vivi. Experiências estas que me rechearam a alma e conseguem ainda vibrar o ser dentro de mim. Aqui confesso uma pequena coisa: esqueci-me que existias, esqueci o quanto és importante, coloquei tudo o que não devia à tua frente. Enchotei-te como se de uma pedra que empatava o meu caminho se tratasse, quase te deitei fora. Sabes? Não te dei a devida importância. Sim, és tu, Amor! És tu que consegues encher este mundo com as mais diversas sensações e emoções! É sabendo que existes e que te posso transmitir às outras pessoas que dás sentido a tudo isto que me rodeia. Eu sabia que te tinha dentro de mim, mas não sabia que eras tão poderoso. Não sabia que ao mostrar amor e afecto pelos outros, me faria sentir tão bem! Livre, orgulhosa, feliz! Sentindo-me, sim, uma verdadeira pessoa, uma pessoa completa!

     Dentro de cada um de nós há um mundo no qual criamos, inventamos, destruimos ou estruturamos. Cada um ao seu tempo, cada um à sua maneira. Tu, Amor, és como pontes essenciais neste mundo sem fronteiras. Tu fazes com que cada um de nós se sinta vivo, no sentido literal da palavra. Estabeleces ligações poderosas na vida: temos amor por nós, pelas pessoas que nos rodeiam, amor àquilo que observamos a cada dia, a cada instante. És essencial e, neste meu percurso, culpo-me de te ter afastado de mim. Eu sei que todos nós crescemos, vamos aprendendo a viver à medida que o tempo passa, mas és algo básico em cada um de nós, básico no sentido de um sentimento que não poderá ser ignorado. Ignorei-te por considerar que não eras importante, que nunca me poderias fazer feliz. Então, e essa felicidade que procuravas? Perguntas tu. Vou sentindo-a agora aos poucos, a partir do momento que descobri a magia que provocas.

     É o sentir paixão por qualquer coisa, amor e carinho por todas as pessoas que simplesmente me esboçam um tímido e puro sorriso ou um grande “Bom Dia”. Sentir que à minha volta se reunem pessoas magníficas, que gostam de mim como verdadeiramente sou, pessoas estas que não se importam de observar, nem que seja por breves momentos, uma pior cara, aquela face que não esboça a alegria habitual mas sim, uma outra, mais abatida, “em baixo”. É sentir-me assim, cheia, a transbordar, recheada de amor que tenho necessidade de também te transmitir. E é aqui a melhor parte, quando sais do meu ser com o teu jeito cuidadoso e carinhoso, que anseia por se espalhar nesta imensidão de espaço, devagarinho como as águas de uma ribeira que corre sem pressa para chegar ao seu destino. Aí sinto-me bem, sinto-me capaz de ultrapassar tudo, porque sinto que dei aquilo que durante muito tempo me deram e eu não fui capaz de retribuir.

      Promete-me agora que não me abandonas, por muitos sentimentos que se apoderem de mim, não saias do meu coração, não faças desaparecer esta magia dentro de mim, este mundo, esta minha maneira de ser. Promete-me que não me deixas sozinha, que impedes de entrar novamente dentro de mim aquela sensação obscura, fria e gélida de vazio, de ar insuportável para respirar. Promete que me proteges, que ficas comigo. Tu mudaste a cor do meu mundo, da escala cinza para aquela cheia de cores infindáveis, mudaste a maneira como os meu olhos viam. Promete-me que estarás lá nos piores momentos, que não me deixas ir novamente abaixo, que estarás lá para me relembrares o quão bom é a vida para lá do escuro, para lá do nevoeiro. Promete-me, Amor, e perdoa-me o meu antigo esquecimento. Fica comigo! Fazes-me bem, fazes-me sorrir!"

 Bolha.

Espero que o vosso dia dos namorados tenha sido óptimo. Na minha opinião é um dia estúpido, sem qualquer justificação racional para existir, acho que se trata apenas de uma desculpa para as pessoas, nos dias de hoje, mostrarem que sentem amor pelos outros. Transportem este dia Para Todos Os Dias Das Vossas Vidas !

O meu dia? Bem tive um jantar de solteiros à maneira, xD , ri-me que nem uma perdida, já me doía a barriga e tudo. . . Diverti-me como à muito não fazia .

Quanto aos idealismos, isto para ti Nês, estou contigo. Olhar pelos outros é uma atitude sensata, e acho que se trata de uma virtude cada vez mais rara nas pessoas. Conserva isso dentro de ti, se te sentes bem assim continua, tu escolhes a pessoa que queres ser! Orgulha-te disso. Mas tem sempre cuidado, o mundo infelizmente não tem muitas pessoas que pensam desta maneira, podes dar o braço, eles agradecem, mas no momento a seguir, se tiver que ser (para salvar a pele), já te estão a passar por cima! Acima de tudo, é observar e intrepertar, saber quando é que o nosso investimento é levado pelo outro como verdadeiro.

Sonhar? Fogo, sonhar é algo que nos dá rumo. Deixar de o fazer? Trata-se de apenas uma tolice e tornarmo-nos cada vez mais iguais aos demais !

Este jantar teve muito que se lhe diga ! ^^
 
(desculpem o tamanho disto ! --' )
 
Vivam acima de tudo o resto, vivam da maneira como querem e não da maneira como a sociadade quer.

 

publicado por Bolha às 10:21

ola!bem eu sinceramente nao consigo definir o amor para mim e algo muito complicado de definir (se nao impossivel :|) mas adorei o teu textinho :)
jantar de solteiros? parece nice :D
ladybug a 15 de Fevereiro de 2009 às 13:46

Adorei a tua definição de amor. Adorei o teu texto.
Adorei todas as tuas palavras.
Adora a música :)

Beijinho @
marianne a 15 de Fevereiro de 2009 às 16:06

é que tens toda a razão sobre o que escreves-te.
o dia de são valentim é o pior dia do ano. x)
desculpa a invasão, ah, e adorei o teu blog.
beijinho. :)
débora, a 15 de Fevereiro de 2009 às 16:55


bonito mundo assim descrito
e na razão de tais palavras suscito
o amor
que nunca descrever consegui
só o senti
e por ele vivi...

bjocas da Covilhã
a melhor das semanas

texto soberbo...


jabeiteslp a 15 de Fevereiro de 2009 às 17:08

Primeiro, adoro a musica do blog! Adoro, adoro e adoro. (L)
Realmente bonito o texto que escreveste (um bocadinho gigantesco...)!
Beijinho @
bijú a 15 de Fevereiro de 2009 às 20:22

O amor... tão indefinivel e tão definivel ao mesmo tempo. Na minha opinião cada pessoa tem a sua definição. Cada um o sente à sua maneira e com a sua intensidade =) Agora de uma coisa tenho a certeza... não há nada mais forte que esse sentimento ^.^

Beijinho*
Symph a 16 de Fevereiro de 2009 às 11:21

pods crer, foi rir até cair po lado, mas tambem muita discussão, mas da boa. Sabes sempre pensei k as possoas tinham assuntos k concordavam em conjunto como a paz, a igualdade... mas tou a ver k não, lol devo ser ingenua d mais, mas vou seguir com o k dizes, s nao sonho qual é o meu sentido nest mundo?

vamos la ganhar esse concurso!
bj grand
ines a 16 de Fevereiro de 2009 às 19:44

Um pequeno canto, sabes aquele sitio ? Como é que explico . . . A tua pequena bolha que te separa do mundo na qual pensas, reflectes, sais de ti . . . Voas ! Quando te sentes verdadeiramente livre.
Photobucket
mais sobre mim
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

16
18
20
21

22
23
24
25
26


comentários recentes
tenho muito orgulho em ti <3
Adoro ler o que escreves, vai custar um pouco não ...
Olá mais uma vez, não tenho vindo aqui à tua bolha...
nao acredito ;(fg nem acredito k vou deixar de aco...
http://asnossaspalavrasperdidas.blogs.sapo.pt/Visi...
Será um dia melhor de certeza. =)
Oláá :D Venho só informar-te do meu novo blog : ht...
há vidas tristes.
Equilíbrio é fundamental para a nossa caminhada na...
Oláaa* Minha QuerIda Bolhinha* =)Ontem adormeci co...