Pensamentos Imperfeitos

Fevereiro 28 2009


Foi mais forte que tu. Seguis-te. Partis-te.

Estarás sempre no meu coração. Serei sempre a tua bisneta mais velha.

Não me esquecerei de ti !


(...)


Mal ou bem a vida continua . . .


(...)


Talvez aquilo que escreva aqui não tenha qualquer sentido mas a disposição também não é das melhores . . .


Sabem?

Quando era mais pequenina esperava, naqueles dias que a minha mãe chegava à noite do trabalho, na varanda. . . Esperava pela sua presença em casa.

Essa varanda da nossa antiga casa era aquela que o vento soprava com força, os meus cabelos voavam, ouvia diversos  sons da cidade . . .

inventei um mundo meu . Tive uma amiga imaginária, penso que se chamava Anne, e ela fazia-me companhia nesses momentos, de noite após o jantar. Ela vinha visitar-me, vinha com a rajada de vento . . . E, enquanto esperava, ela fazia-me companhia. . .

Era bom .

 

Mas cresci, deixei de ir à varanda, esqueci-me dela . .

Até ao dia em que a rajada de vento já não a trazia. . .


Tiveram também um amigo imaginário?

(...)

 

P.s: Agora irei responder a todos os comentários que me farão daqui em diante, directamente no local dos comentários. Se quiserem ler a resposta basta irem ao post ! ^^ . Obrigada a todos vocês.

 

publicado por Bolha às 14:05

Eu costumava deitar-me no tapete da entrada há espera do meu pai. Mas depois acabava por adormecer e não o ver ... havia dias seguidos que não o via, e morávamos na mesma casa. Há alturas difíceis de infância que não conseguimos esquecer ...

Os meus mais sinceros sentimentos pela perda.
Beijnhos
Marta a 28 de Fevereiro de 2009 às 14:55

É verdade, esses pequenos momentos da infância dos quais não nos esquecemos . . . Enfim memórias . . .

Obrigada . .

Beijinhos
Bolha a 2 de Março de 2009 às 09:14

bem...estes posts são tão profundos...tão carregados de emoção.
parabéns emsmo.
Também tive um amigo imaginário...aliás, acho que toda a gente tem um, em certa altura da vida...***
Lara a 28 de Fevereiro de 2009 às 15:03

Emoções que brotam e brotam . . . Emoções que nunca mais acabam . . É verdade . . Obrigada . ^^

Beijinhos
Bolha a 2 de Março de 2009 às 09:15

acho que nunca tive amigos imaginarios, mas sempre gostei de falar em voz alta sozinha xd
beijinho.
Vi a 28 de Fevereiro de 2009 às 15:23

Lol, eu também . . . Para as paredes ! Malucas? Acho que não ! xD

Beijinhos
Bolha a 2 de Março de 2009 às 09:16

Gostei tanto do post.. neste momento estou quase a deixar cair uma lágrima..

Se tive amigos imaginários? não se eram bem amigos.. mas estava sempre a imaginar historias, e inventava-as comigo e .. com os ditos amigos imaginários.
Beijinhos
Carolina a 28 de Fevereiro de 2009 às 15:47

Obrigada por teres gostado . . .

Bem . . . Acho que os amigos imaginários somos nós que criamos, são sei lá imaginação que nós faz companhia? Talvez . . . Era bom criarmos diversas situações quando éramos pequenos, brincar ao faz de conta . . . Histórias e histórias que nunca mais acabavam . . .

^^

Beijinhos
Bolha a 2 de Março de 2009 às 09:18

Oh se tive ! Não me recordo se tinha nome, lembro-me sim que estava sempre comigo . Fazia-me companhia . Falava com ela sobre mil e uma coisas . Ainda hoje não perdi a mania de falar sozinha . x'D

Um beijo meu amor <3
Carina a 28 de Fevereiro de 2009 às 15:50

Eu gosto de falar sozinha ! Ahah . . Com as paredes do meu quarto, é demais ! xD

Beijinhos
Bolha a 2 de Março de 2009 às 09:19



somos a brisa de um sonho vagabundo
destino de esperanças
no eterno do tempo de um tempo de segundo...

sendo assim
gosto das flores do meu jardim
fazem parte
habitam esse eterno segundo em mim
são esperança
a que move o tempo
na sua inconstante mudança...

p.s.
queria fazer um poema pra mim
sou assim
um simples verbo existir
malas feitas
sem encontrar o caminho, seguir
numa mais aventura,ao partir...


beijinho da Covilhã
sorriso nessa melancolia
no melhor de um bom dia


jabeiteslp a 28 de Fevereiro de 2009 às 16:24

Não és só tu a ser assim
Um simples verbo existir
Na verdade somos todos
Sorrir, partir, seguir e descobrir
Faz parte de nós incluindo de mim
Encontrar caminho?
Todos o procuramos
Há tantos e tão poucos
E nenhum que realmente gostamos
Mas é assim a vida,
Afinal um simples verbo existir !

Epá isto foi o primeiro que fiz ! xD

Beijinhos

Sorriso? A tentar, sempre.
Bolha a 2 de Março de 2009 às 09:24


uau

à que há em ti

beijinho
jabeiteslp a 2 de Março de 2009 às 12:36

Acho que todos tivemos mais que um amigo imaginário e um mundo só nosso. :D

*
• Jé a 28 de Fevereiro de 2009 às 16:45

É não é? ^^

Somos seres racionais e imaginativos.

Beijinhos*
Bolha a 2 de Março de 2009 às 09:25

Gosto muito do blog assim. Já algum tempo que não vinha cá, mas gostei do novo visual.
Eu tenho muitos amigos imaginários. Quando era pequena, chegava a mandar cartas a mim própria como se fossem de uma amiga, na altura era uma Raquel. Anos mais tarde conheci mesmo uma Raquel, que se tornou uma das minhas melhores amigas. Mas continuo a ter muitos amigos imaginários. São eles que primeiro sabem tudo sobre mim. São eles que sabem, antes de toda a gente, o que eu escrevo, e a eles devo o que escrevo, porque tal como eles, tudo em mim é fruto da minha imaginação. E sou feliz assim, sou feliz por ter esses amigos. Mesmo que me chamem doida varrida, eu continuarei a chamar por esses meus amigos que são parte de mim. E que me fazem feliz. Porque enquanto os tiver, sei que ainda consigo criar, imaginar, viver.

Um beijinho
So Much More a 28 de Fevereiro de 2009 às 21:20

Acho que fazes bem, acho que primeiramente temos de estar bem connosco e não interessa o que os outros dizem. Todos no fundo temos amigos desses, que mesmo agora, nos acompanham e nos fazem companhia. Nós mesmos para nós próprios somos esse amigo. . .

Gostas? Obrigada . ^^

Beijinhos*
Bolha a 2 de Março de 2009 às 09:27

Por acaso nunca tive um amigo imaginario, mas usava um caderno como amigo e escrevia tudo o que me vinha a cabeça...
e bom ter uma amigah imaginaria??
...pquenaBoneca... a 28 de Fevereiro de 2009 às 22:29

Não sei se é bom ou mau. Acho que é normal, acho que é algo que inventamos para termos companhia naquelas horas de solidão, ou uma invenção nossa para termos alguém para brincar . . . Não é mau porque não nos magoa, nem a nós nem aos outros, portanto ...

Beijinhos
Bolha a 2 de Março de 2009 às 09:32

Adorei... Crescer faz parte do processo.. podes sempre olhar para essas recordações e veres o quanto cresceste, mas percebo o sentimento de nostalgia
WildHope a 1 de Março de 2009 às 13:07

É mesmo isso, olhar para trás e comparar . . . Sim acho que esta nostalgia tem um motivo . . .

Obrigada por teres gostado. ^^

Beijinhos
Bolha a 2 de Março de 2009 às 09:33

Um pequeno canto, sabes aquele sitio ? Como é que explico . . . A tua pequena bolha que te separa do mundo na qual pensas, reflectes, sais de ti . . . Voas ! Quando te sentes verdadeiramente livre.
Photobucket
mais sobre mim
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

16
18
20
21

22
23
24
25
26


comentários recentes
tenho muito orgulho em ti <3
Adoro ler o que escreves, vai custar um pouco não ...
Olá mais uma vez, não tenho vindo aqui à tua bolha...
nao acredito ;(fg nem acredito k vou deixar de aco...
http://asnossaspalavrasperdidas.blogs.sapo.pt/Visi...
Será um dia melhor de certeza. =)
Oláá :D Venho só informar-te do meu novo blog : ht...
há vidas tristes.
Equilíbrio é fundamental para a nossa caminhada na...
Oláaa* Minha QuerIda Bolhinha* =)Ontem adormeci co...