Pensamentos Imperfeitos

Abril 19 2009

"

19.4.08

Hoje é um daqueles estranhos dias. Daqueles dias que só me apetece ir para a varanda, sentar-me no chão, olhar para o vazio e não pensar em nada. Sentir-me ficar completamente gelada a cada rajada de vento. Dias destes em que o pensamento vagueia mas não sei para onde. Como se não tivesse nada cá dentro, da minha cabeça, sem sentimento, emoções, como se na realidade estivesse vazia. Durante o dia tudo foi desaparecendo até chegar a este impasse, não choro, não tenho paciência para ninguêm… O tempo passa mas eu nem noto. Sinto-me confusa. Estou triste mas não estou, este é o meu estado. Perco-me por aí.

Hoje é um daqueles dias que posso escrever mas, sei que é tudo confuso e baralhado. Muito passa pela minha cabeça. É horrível ter esta sensação, de como se chegasse ao fim de um longo dia e se diz para si mesmo que, já vai mais um! Amanhã será outro. Pensar que o dia de hoje foi igual ao de ontem e o de amanhã será igual ao de hoje. Sinto-me como se não fosse ninguém, tenho um corpo mas de resto não há mais nada… Simplesmente flutuo neste planeta. Às vezes sinto que não estou verdadeiramente cá, desligo-me completamente, fecho-me no meu mundo. Muitas vezes gostava de ter a minha própria caixinha onde lá me escondesse. Não falava, nem contactava com ninguém, simplesmente com nada ! Como se desaparecesse por instantes. Sei que a esta hora deveria estar a estudar mas, pego nos livros e cada frase que leio não me diz rigorosamente nada. É frustante, sinto que me perdi completamente. Já não sou a mesma que era antes, nada me desperta interesse. Não tenho motivação mas, enquanto as pessoas á minha volta estão bem, felizes, eu consigo suportar tudo isto: acordar para um novo dia.

Este sentimento de “estranhamente calma” corroi-me por dentro. É mesmo daqueles dias em que digo para mim mesma: Reage! Nestes momentos também penso que perdi a esperança em mim, não me encontro, não sei onde está a Ana.

Queria tanto pedir desculpas às pessoas de quem mais gosto, por tudo o que fiz, por tudo o que faço e que penso. Sei que não é justo, é não saber validar aquilo que se tem , a sorte, é uma forma de egoísmo, covardia! Mas ninguém entende, por vezes olho para todo o lado e nada faz sentido. Simples sorrisos, atitudes, coisas, situações. Quando descobrimos ou podemos sentir que estamos noutro mundo…

Estou assim hoje, vazia de espírito. Isto é um desperdício de tempo, alguém me tire daqui…

 "

Isto foi à um ano atrás. Agora pego naquele caderno de capa preta e releio o que escrevi, todos os momentos angustiantes por que passei, relembro cada minuto como se tivesse sido ontem.

Foi forte, foi intenso, cansou-me, deixou-me intocável e sem forças. Rebaixou-me..

 

30 de Janeiro de 2008, é uma data que me arrepia e este ano, nessa data, passei exactamente a tarde como passei à um ano atrás. Ainda é tudo "FRESCO" é por isso que dói recordar. Sei que com o anos passará... Mas dói.

 

Positivismo? Consegui !

^_^

 

(Suh) )

 


Abril 19 2009

 

Gostei muito. Gostei de conversas e conversas, por vezes sem sentido, partilhadas entre todos. Adorei rir-me até doer-me as bochechas. Gostei de tudo e ainda bem que não me deixei levar pela preguiça de não ir !

Ontem a saída foi de mais.


 

Sabem quando precisam de sentir aquele sentimentozinho de borboletas na barriga? Quando já vos faz falta porque à muito que o puseram em stand-by? Estou assim. Não que não consiga sobreviver sem isso, não ! Eu estou óptima assim, adoro a minha liberdade de pensamentos, acções e ideias, adoro o mundo que consegui aos poucos construir. Mas, sei lá, falta aquela cabeça no ar, acho que é isso ! =P

Quando vier, vem.

 

A vida é bela, nós conseguimos torná-la fantástica.


Agora é ao trabalho: matemática, área de projecto e português (também se pode ler umas coisas de psicologia!) Hummm, que bom ! xD



Ontem cheguei a casa feliz, satisfeita.

Afinal não sou assim tão transparente para os outros.

Senti-me bem comigo, senti-me segura.

À procura da felicidade? Sempre.


Um pequeno canto, sabes aquele sitio ? Como é que explico . . . A tua pequena bolha que te separa do mundo na qual pensas, reflectes, sais de ti . . . Voas ! Quando te sentes verdadeiramente livre.
Photobucket
mais sobre mim
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

16
18

20
22
24
25

27
28
29


comentários recentes
tenho muito orgulho em ti <3
Adoro ler o que escreves, vai custar um pouco não ...
Olá mais uma vez, não tenho vindo aqui à tua bolha...
nao acredito ;(fg nem acredito k vou deixar de aco...
http://asnossaspalavrasperdidas.blogs.sapo.pt/Visi...
Será um dia melhor de certeza. =)
Oláá :D Venho só informar-te do meu novo blog : ht...
há vidas tristes.
Equilíbrio é fundamental para a nossa caminhada na...
Oláaa* Minha QuerIda Bolhinha* =)Ontem adormeci co...