Pensamentos Imperfeitos

Maio 07 2009

 

Hummm,




O Gelado Estava Mesmo Bom.

Há quantos anos não me deliciava com um?

Bem bom, vou dizer.

 

Sabes que me farto de rir contigo não é?

Confiança. Aprendizagem. Crescimento.

 

Segura de Mim? Sim.

publicado por Bolha às 21:55

Maio 06 2009

 

  "O mais bonito em ti é o sorriso interior que dás a quem te pede. e o que mais admiro em ti é o teu ser único que ainda acredita que, perante uma imensa arrogância da vida, existem pedras falantes ou ventos vivos."

 Minha Pequenina mais Fofinha.

 

Gosto de espalhar Sorrisos.

Gosto de produzir uma chama de felicidade em quem me rodeia.

Gosto de transmitir paz.

Gosto de fazer sentir bem as pessoas.

 

 

Gosto de tudo isto.

Há algum problema?

Espero bem que não.

 

E tens razão, apesar de todas as coisas que nos rodeiam, das maldades, dos horrores, do mundo cruel em que vivemos, gosto de colocá-lo um pouco mais alegre. Talvez fantasiar, sim, mas assim encontrei a minha felicidade. Ventos vivos e pedras falantes? Não só... No meu mundo há pessoas que voam e seguem os seus objectivos, pessoas que encontram a felicidade dentro delas mesmas, há também riachos e oceanos que penetram a Terra com cuidado para não a aleijar. Há também a tranquilidade dos animais, há dias em que posso me deitar ao sol e ouvir o que os pássaros me dizem. O meu mundo é livre.


Porque não fazer o que me apetecer sem considerar o que os outros vão achar?

Que tal ir completamente mal vestida para a escola (o caso de hoje, ^^)?

Que tal correr atrás de sonhos que os outros acham malucos e impossíveis?

Que tal conservar o que tenho dentro de mim e enriquecer?

E que tal, por vezes, gabarmo-nos de nós mesmas? Vá, não custa nada e de facto é o melhor elogio que nos podem dar. xD

E que tal alcançar a harmonia dentro de tudo o que nos acontece?


Absorvam a minha boa energia, se necessitarem, eu estarei aqui, mas também sei que tenho que preencher o depósito ! Acho que é esse o segredo.


Continuarei. Neste espaço. Neste mundo.

publicado por Bolha às 15:00

Maio 03 2009


Lembrei-me.

Lembrei-me daquele mar profundo, daquelas águas azuis claras, daquele sol que queimava a pele.

Lembrei-me daquele dia, em que corajosamente fui para o fundo do mar.

Com fato de mergulho e garrafa de oxigénio às costas, entrei no mar quente, o sol a pique!


"We go down, ok?", ela dizia.

Segurei a corda com força e algum receio, Meu Deus, e se não conseguir voltar para cima? Afastei os pensamentos e comecei a descer.

Como os meus ouvidos doíam, foi com muito esforço que toquei com os pés naquela areia. Foi a melhor sensação do mundo. Melhor ainda foi aquela, quando olhei para cima! Meu Deus, estava tão lá em baixo!

 


Flutuei, magicamente nadei. Um mundo meu só lá em baixo, que silêncio, tranquilidade. Nadei, rodeie um coral, os pequeninos seres vivendo tranquilamente no seu paraíso.


Como gostaria de lá não sair !


Os peixes nadavam mesmo a meu lado, grandes estrelas do mar estavam à vista.

E tudo se movimentava ao sabor da corrente, que tanto movimentava as algas, os peixes e a mim.


Como gostaria de poder retirar aquela máscara que me segurava à vida ! Deixar-me ficar sentada na areia, ou mesmo deitada, a olhar para um diferente céu, rodeada de um diferente mundo. Um mundo tão mas mesmo tão bom.



Mas tive de voltar.

Foi a melhor experiência e já me tinha esquecido dela.

República Dominicana.


Uma óptima semana ! ^^

 

Obrigada AnonimaFilipa, recebi um miminho.

 

O que me faz sentir uma diva?

Autênticidade.

O meu poder de Reflexão.

Força Interior.

A Felicidade Pura.

O sorriso partilhado.


Maio 02 2009


Queres encontrar-me?

Procura-me . . . Procura-me na praia, num dia ventoso, no meio do areal embrenhada na leitura.

Encontra-me perto da ria, no meu local preferido, onde passa o comboio e a natureza está logo alí ao lado. Passa por lá, perto do pôr-do-sol, e encontras-me.

 


Se um dia encontrares uma rapariga a correr, tem atenção se sou eu.


Não tenho raios de luz nem nada que pareça. Não sou nada de especial, à primeira vista nada que encante. Eu mostrava-te, se fosse capaz, tudo o que descobri e guardo preciosamente dentro de mim. Mostrava-te como funciono, como o meu sorriso sai de mim e como as lágrimas caem sem cessar. Mostrava-te, se procurasses.


Se encontrares, por acaso, uma rapariga a sorrir sozinha para o nada ou então para um animal que atravesse no caminho dela, pára e pensa: "Será?".

Nesses dias estou mesmo bem.


Quando percorro esta cidade que dizem que é minha, estou sempre no meu mundo, de phones nos ouvidos. Adoro a minha liberdade, dizem que tenho valor e que sou forte. . . Capaz.

Dizem também que sou uma boa amiga, acredito.


Considero-me diferente mas igual a todos os outros. Particularidades? Adoro rir, estar rodeada de pessoas de quem gosto, sou muito carinhosa e adoro dar beijinhos. Digo muitas vezes que tenho momentos, sim, do nada dá-me para chorar, mas a sério. A almofada fica encharcada e os olhos bem vermelhos. Quando não consigo suportar isto sozinha, telefono a alguém. Considero-me chata nesse aspecto, porque ninguém tem que aguentar com estas cenas. Enfim.


Se um dia estiveres a minha procura avisa-me. Se não tiveres boas intenções afasta-te, também não te quero.

 

Só te aviso, vais meter-te com um ser estranho.


Procuro a simplicidade das coisas, procuro a simplicidade do meu ser.


"Eu sei que tudo é melhor agora, mas porque foste tu que tornaste melhor os tempos de hoje. Apoio o teu crescimento e a tua mudança, no fundo foi sempre o que precisaste mas, se por um lado não podes esquecer o que aconteceu à um ano, para não voltares a cometer os mesmos erros, por outro também é um erro esqueceres, ou lembrares-te pouco dos tempos que também foram bons. Tudo teve pontos positivos e negativos, e o que aconteceu à um ano? Agradece também que tenha acontecido, foi um ponto de viragem, foi a mudança, sem isso não eras quem és hoje. Sim, mudaste, ainda bem! Mas apenas acrescentaste pontos, vírgulas, reticencias e parágrafos à tua história inicial! Porque aquilo que eras, ainda és, apenas com uma base de dados mais rica e uma redacção mais livre! Peço-te que te foques no presente que é o único que tens a certeza que vais viver, mas não esqueças o passado que te construiu..."

 

Vindo de uma pessoa que me conheceu até à raiz.

A ela agradeço do fundo do coração.


Transparência.

Nostálgica.


Um pequeno canto, sabes aquele sitio ? Como é que explico . . . A tua pequena bolha que te separa do mundo na qual pensas, reflectes, sais de ti . . . Voas ! Quando te sentes verdadeiramente livre.
mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
13
15

18
19
23

25
27
29
30

31


comentários recentes
tenho muito orgulho em ti <3
Adoro ler o que escreves, vai custar um pouco não ...
Olá mais uma vez, não tenho vindo aqui à tua bolha...
nao acredito ;(fg nem acredito k vou deixar de aco...
http://asnossaspalavrasperdidas.blogs.sapo.pt/Visi...
Será um dia melhor de certeza. =)
Oláá :D Venho só informar-te do meu novo blog : ht...
há vidas tristes.
Equilíbrio é fundamental para a nossa caminhada na...
Oláaa* Minha QuerIda Bolhinha* =)Ontem adormeci co...