Pensamentos Imperfeitos

Abril 19 2009

"

19.4.08

Hoje é um daqueles estranhos dias. Daqueles dias que só me apetece ir para a varanda, sentar-me no chão, olhar para o vazio e não pensar em nada. Sentir-me ficar completamente gelada a cada rajada de vento. Dias destes em que o pensamento vagueia mas não sei para onde. Como se não tivesse nada cá dentro, da minha cabeça, sem sentimento, emoções, como se na realidade estivesse vazia. Durante o dia tudo foi desaparecendo até chegar a este impasse, não choro, não tenho paciência para ninguêm… O tempo passa mas eu nem noto. Sinto-me confusa. Estou triste mas não estou, este é o meu estado. Perco-me por aí.

Hoje é um daqueles dias que posso escrever mas, sei que é tudo confuso e baralhado. Muito passa pela minha cabeça. É horrível ter esta sensação, de como se chegasse ao fim de um longo dia e se diz para si mesmo que, já vai mais um! Amanhã será outro. Pensar que o dia de hoje foi igual ao de ontem e o de amanhã será igual ao de hoje. Sinto-me como se não fosse ninguém, tenho um corpo mas de resto não há mais nada… Simplesmente flutuo neste planeta. Às vezes sinto que não estou verdadeiramente cá, desligo-me completamente, fecho-me no meu mundo. Muitas vezes gostava de ter a minha própria caixinha onde lá me escondesse. Não falava, nem contactava com ninguém, simplesmente com nada ! Como se desaparecesse por instantes. Sei que a esta hora deveria estar a estudar mas, pego nos livros e cada frase que leio não me diz rigorosamente nada. É frustante, sinto que me perdi completamente. Já não sou a mesma que era antes, nada me desperta interesse. Não tenho motivação mas, enquanto as pessoas á minha volta estão bem, felizes, eu consigo suportar tudo isto: acordar para um novo dia.

Este sentimento de “estranhamente calma” corroi-me por dentro. É mesmo daqueles dias em que digo para mim mesma: Reage! Nestes momentos também penso que perdi a esperança em mim, não me encontro, não sei onde está a Ana.

Queria tanto pedir desculpas às pessoas de quem mais gosto, por tudo o que fiz, por tudo o que faço e que penso. Sei que não é justo, é não saber validar aquilo que se tem , a sorte, é uma forma de egoísmo, covardia! Mas ninguém entende, por vezes olho para todo o lado e nada faz sentido. Simples sorrisos, atitudes, coisas, situações. Quando descobrimos ou podemos sentir que estamos noutro mundo…

Estou assim hoje, vazia de espírito. Isto é um desperdício de tempo, alguém me tire daqui…

 "

Isto foi à um ano atrás. Agora pego naquele caderno de capa preta e releio o que escrevi, todos os momentos angustiantes por que passei, relembro cada minuto como se tivesse sido ontem.

Foi forte, foi intenso, cansou-me, deixou-me intocável e sem forças. Rebaixou-me..

 

30 de Janeiro de 2008, é uma data que me arrepia e este ano, nessa data, passei exactamente a tarde como passei à um ano atrás. Ainda é tudo "FRESCO" é por isso que dói recordar. Sei que com o anos passará... Mas dói.

 

Positivismo? Consegui !

^_^

 

Hoje o meu telefone tocou, olhei para o ecrã e lá estava o teu nome. Atendi. A primeira coisa que me disses-te foi que tinhas saudades. Eu também tenho saudades e elas não dão avisos de que vêm. Falámos, tentei colocar em ti algo de positivo, do outro lado da linha senti que algo não estava bem. Podemos ter dias maus, pode-nos ter acontecido algo que nos estragou um pouco os planos futuros, mas temos de aprender a pegar nisso e transformar em algo positivo por muito pouco que vejamos na situação. Qualquer coisa serve, uma simples e pequena coisa. Não deixar que o negativo nos subterre e nos deixe no chão ! Não . Temos de ter força de vontade, temos de levantar a cabeça. Podes olhar para isto e odiar o que esta escrito, tens direito. Mas eu só quero o teu bem. Tenho noção que talvez quando disseste que tinhas saudades, querias que te tivesse dito outra coisa. Desculpa.
 
Memórias, situações, sorrisos e lágrimas trocadas. Foi muito, foi mesmo muito.
Falar sobre isto então deixa-me com um nó na garganta.
 
Como disseste, eu quero ver-te sorrir, mas sorrir de verdadeira alegria. Porque aí sei que és feliz. Acima de tudo é isso que é importante. Portanto toca a levantar-te e deixar a melancolia de lado, as lágrimas ou suspiros. Vamos ultrapassar e desenhar um mundo, ultrapassar mais um óbstáculo. Tu és capaz. Dúvidas? Não devias. Acredita em mim. Escrevo isto e mando para as estrelas com esperança que elas levem para a caixinha de correio, aquela. Lembras-te? Não sei sei ainda a tens, espero que sim.
Pode ter mudado muita coisa, o mundo pode ter dado uma volta de 360º mas o importante é que eu e tu continuamos aqui, o importante é que te posso transmitir isto, que posso e podes telefonar-me sempre que quisermos. Podemo-nos encontrar, rir bué e dizer parvoíces.
Há alguma diferença? Se há deixa de haver porque o importante é que podemos fazer isto tudo.

Foi muito tempo, foi um grande laço e sabes que continuo a gostar imenso de ti. Sabes que me preocupo ainda como se fosses minha irmã. Sempre que te "apetecer" a Ana sabes que ela não foge, não sou disso. Não sou de fechar portas, fechar a boca e virar costas. Não.
Mudou, ok. Mas vamos pegar nisso e construir algo bom também.
 
Sorris verdadeiramente? Sorris por tudo já passado e por o que ainda vais passar?
Sim Suh, faz isso.
 
Gosto muito. Acima de tudo um Grande Obrigado.

 

publicado por Bolha às 22:12

os maus bocados que passamos não são mais que barreiras da vida que temos, e mesmo que isso seja mentira.. nós acrediamos, afinal, é assim que se vive..
Esta é a minha Ana Rita :'D e eu tenho muito orgulho nela ! <3*
Joana a 19 de Abril de 2009 às 23:36

Tens tu de mim e eu de ti minha pequenina ! =D
Obrigada por tudo sabes?
Coração ! <3
Beijinhos
Bolha a 21 de Abril de 2009 às 20:40

minha querida.. o que te aconteceu? xS [só rsp se kiseres claro!]....

de qualquer forma, ainda bem que agora encaras a vida com esse sorriso e alegria=)
Lara a 19 de Abril de 2009 às 23:45

Oh aconteceu tanta coisa e mesmo assim comparado ao tamanho de uma vida não é nada. Momentos, desculpa mas não vou explicar ! Don't worry, já passou ! =)
Beijinhos e obrigada na mesma pela preocupação.
Bolha a 21 de Abril de 2009 às 20:41


"vamos pegar nisso
e construir algo de bom"

o melhor de uma boa semana pra ti
beijinho

jabeiteslp a 19 de Abril de 2009 às 23:50

=)
Beijinhos
Bolha a 21 de Abril de 2009 às 20:41

Sim, estão a correr bem ^^! Espero que as tuas aulas também estejam a correr bem =)
Ai podes crer que as agendas são tudo, sem ela a minha vida era sei lá o quê -.- A minha agenda é tudo xD

Beijinhoo
• Jé a 20 de Abril de 2009 às 17:12

Ahahah, outra fanática por agendas ! Me too ! xD
Beijinhos
Bolha a 21 de Abril de 2009 às 20:42

Olá minha querida amiga.
Fiquei angustiada ao ler o teu post de hoje. está magnifico com o costume, mas posso dizer que admiro a tua força, e gelei mais porque aquela carta escrita à um ano atrás é aquilo que se está a passar comigo, e parece que só tomo consciencia disto quando alguém sente o mesmo. Sinto-me vazia. Sem com quem estar. Com quem falar. É não ter amigos. Apenas os pais para amar. Quando sinto que quero amar todos em meu redor. ser feliz com toda a gente. Mas não consigo... :S Desculpa este desabafo, mas senti-me completamente desamparada, e questiono-me neste momento, depois de tanta ajuda que tenho tido: Estarei realmente melhor? Ou consegui pôr tudo para trás das costas, mas tudo se mantém "atrás" de mim. Gostaria que me falasses um pouco, num post, ou até em resposta a este coment, que concelhos me terás a dar?
Beijinho **
Joana a 20 de Abril de 2009 às 18:36

Olá. Bem fiquei um pouco preocupada também com o teu comentário. Hum, conselhos, isso talvez fosse demasiada responsabilidade para mim, quer dizer eu não percebo nada da vida, considero-me ainda pequena ! Lol. Mas sei que por vezes palavras de apoio da pessoa certa pode fazer milagres, mudanças ou fazer compreender o que se passa connosco. Por isso, e vendo que te tens apoiado no meu blog podemos entrar em contacto, talvez trocando e-mails. o meu é anaritasousa16@hotmail.com, se pudesses começar tu para saber qual é o teu era óptimo . Fala um pouco se precisares, olha retira tudo o que te chateia ! =). Acho que se aconselhasse "aqui" em aberto ou te desse palavras de apoio não seria muito correcto já que é visível para todos ! Se precisares i'm here ! =D
Dá noticias.
Beijinhos
Bolha a 21 de Abril de 2009 às 20:48

oi :)
os teus post transmitem-me segurança pelo o modo como sao escritos.
simplesmnte fantasticos
beijinhos
Açucena a 20 de Abril de 2009 às 19:36

Obrigada, apesar de falar de coisas más consigo retirar ou acabar sempre com algo positivo não é? =)
Beijinho
Bolha a 21 de Abril de 2009 às 20:49

Mesmo maus bocados devem ser recordados se formos fortes o suficiente para pensar neles sem sofrer recaídas. São bons para pensarmos como conseguimos crescer e ultrapassa-los.
(: **
Cate a 20 de Abril de 2009 às 21:52

De facto é verdade. São como exemplos. =)
Beijinhos
Bolha a 21 de Abril de 2009 às 20:50

Não sei até que ponto é bom recordar os maus momentos...mas eles se existem é para valorizarmos os bons :)

Izzy a 21 de Abril de 2009 às 01:53

Tens total razão ! =)
Beijinhos
Bolha a 21 de Abril de 2009 às 20:50

Eu não gosto muito de fazer inferências sem alguma base, mas aposto que até tenho uma boa ideia do que possa ter acontecido..É difícil arranjar as palavras certas para acontecimentos deste género, mas só me resta dizer que apesar de todos os apesares, isso contribuiu para a pessoa que és hoje em dia, e tenho a certeza que apesar das muitas desvantagens houve algo em ti que mudou para melhor...nem que seja tão só o facto de te teres tornado uma pessoa mais forte. Leio o que escreveste há 1 ano e comparo com o que escreves agora...e acho que é óbvio que houve grandes melhorias. A confusão mental e o tão característico "desligar-se" que aparecem nestas situações são normais...com o tempo vais ver que é possível controlar tudo isso cada vez melhor. Muitos beijinhos!
Mona Lisa a 21 de Abril de 2009 às 05:01

Obrigada por tudo, obrigada pelas tuas palavras e pela tua disponibilidade ! Tens razão, a escrita de facto é tão diferente, e ainda bem, que aquilo não volte novamente !
Sabes que estou a necessitar de te escrever novamente ? xD
Beijinhos para ti também.
Bolha a 21 de Abril de 2009 às 20:55

é assim a adolescencia... já passas-te por isso, todos passamos.. é isso crescer. agora tudo faz mais sentido, certo ? ;) e se algum dia voltar a não fazer, recorda como o ultrapassas-te uma vez, e conseguirás sempre ultrapassar.
beijinho.
Vi a 21 de Abril de 2009 às 19:50

E é assim que tem de se pensar. Foi um exemplo, se ocorrer novamente sei o que espera e ultrapassarei com mais facilidade ! =)
Beijinhos
Bolha a 21 de Abril de 2009 às 20:56

Um pequeno canto, sabes aquele sitio ? Como é que explico . . . A tua pequena bolha que te separa do mundo na qual pensas, reflectes, sais de ti . . . Voas ! Quando te sentes verdadeiramente livre.
Photobucket
mais sobre mim
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

16
18

20
22
24
25

27
28
29


comentários recentes
tenho muito orgulho em ti <3
Adoro ler o que escreves, vai custar um pouco não ...
Olá mais uma vez, não tenho vindo aqui à tua bolha...
nao acredito ;(fg nem acredito k vou deixar de aco...
http://asnossaspalavrasperdidas.blogs.sapo.pt/Visi...
Será um dia melhor de certeza. =)
Oláá :D Venho só informar-te do meu novo blog : ht...
há vidas tristes.
Equilíbrio é fundamental para a nossa caminhada na...
Oláaa* Minha QuerIda Bolhinha* =)Ontem adormeci co...