Pensamentos Imperfeitos

Maio 02 2009


Queres encontrar-me?

Procura-me . . . Procura-me na praia, num dia ventoso, no meio do areal embrenhada na leitura.

Encontra-me perto da ria, no meu local preferido, onde passa o comboio e a natureza está logo alí ao lado. Passa por lá, perto do pôr-do-sol, e encontras-me.

 


Se um dia encontrares uma rapariga a correr, tem atenção se sou eu.


Não tenho raios de luz nem nada que pareça. Não sou nada de especial, à primeira vista nada que encante. Eu mostrava-te, se fosse capaz, tudo o que descobri e guardo preciosamente dentro de mim. Mostrava-te como funciono, como o meu sorriso sai de mim e como as lágrimas caem sem cessar. Mostrava-te, se procurasses.


Se encontrares, por acaso, uma rapariga a sorrir sozinha para o nada ou então para um animal que atravesse no caminho dela, pára e pensa: "Será?".

Nesses dias estou mesmo bem.


Quando percorro esta cidade que dizem que é minha, estou sempre no meu mundo, de phones nos ouvidos. Adoro a minha liberdade, dizem que tenho valor e que sou forte. . . Capaz.

Dizem também que sou uma boa amiga, acredito.


Considero-me diferente mas igual a todos os outros. Particularidades? Adoro rir, estar rodeada de pessoas de quem gosto, sou muito carinhosa e adoro dar beijinhos. Digo muitas vezes que tenho momentos, sim, do nada dá-me para chorar, mas a sério. A almofada fica encharcada e os olhos bem vermelhos. Quando não consigo suportar isto sozinha, telefono a alguém. Considero-me chata nesse aspecto, porque ninguém tem que aguentar com estas cenas. Enfim.


Se um dia estiveres a minha procura avisa-me. Se não tiveres boas intenções afasta-te, também não te quero.

 

Só te aviso, vais meter-te com um ser estranho.


Procuro a simplicidade das coisas, procuro a simplicidade do meu ser.


"Eu sei que tudo é melhor agora, mas porque foste tu que tornaste melhor os tempos de hoje. Apoio o teu crescimento e a tua mudança, no fundo foi sempre o que precisaste mas, se por um lado não podes esquecer o que aconteceu à um ano, para não voltares a cometer os mesmos erros, por outro também é um erro esqueceres, ou lembrares-te pouco dos tempos que também foram bons. Tudo teve pontos positivos e negativos, e o que aconteceu à um ano? Agradece também que tenha acontecido, foi um ponto de viragem, foi a mudança, sem isso não eras quem és hoje. Sim, mudaste, ainda bem! Mas apenas acrescentaste pontos, vírgulas, reticencias e parágrafos à tua história inicial! Porque aquilo que eras, ainda és, apenas com uma base de dados mais rica e uma redacção mais livre! Peço-te que te foques no presente que é o único que tens a certeza que vais viver, mas não esqueças o passado que te construiu..."

 

Vindo de uma pessoa que me conheceu até à raiz.

A ela agradeço do fundo do coração.


Transparência.

Nostálgica.


Ás vezes estamos bem... e de um momento para o outro parece que vamos completamente abaixo.
Ultimamente tem-me acontecido isso algumas vezes...
Ás vezes tenho vontade de sair, fico entusiasmada e tal... mas depois, o que me apetece é não ter saído de casa.
"Enfim." Fases...

Beijinho*
Dreamer a 3 de Maio de 2009 às 01:05

Um pequeno canto, sabes aquele sitio ? Como é que explico . . . A tua pequena bolha que te separa do mundo na qual pensas, reflectes, sais de ti . . . Voas ! Quando te sentes verdadeiramente livre.
Photobucket
mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
13
15

18
19
23

25
27
29
30

31


comentários recentes
tenho muito orgulho em ti <3
Adoro ler o que escreves, vai custar um pouco não ...
Olá mais uma vez, não tenho vindo aqui à tua bolha...
nao acredito ;(fg nem acredito k vou deixar de aco...
http://asnossaspalavrasperdidas.blogs.sapo.pt/Visi...
Será um dia melhor de certeza. =)
Oláá :D Venho só informar-te do meu novo blog : ht...
há vidas tristes.
Equilíbrio é fundamental para a nossa caminhada na...
Oláaa* Minha QuerIda Bolhinha* =)Ontem adormeci co...