Pensamentos Imperfeitos

Maio 10 2009


Não me importo de ser assim. Não me importo de entrar e sair da esfera, faz-me bem.

 


Hoje parei por momentos, sai por várias vezes da esfera. Estava perto de um sitio de diversas recordações tanto boas como más. A lua por cima iluminava a Terra no seu jeito, modo solitário. Venham, saiam comigo da esfera, façam-me parecer todo este distanciamento normal. Serei eu a esquisita?


Por vezes penso que atrofiei.

Não me considero velha, mas sim resguardada. Talvez protectora de mim, dos meus ideais, da minha consciência. É estranho. É o saber que mais do que aquele momento não dá mais.

Pergunto-me muitas vezes se sou normal! Choro, angustio-me com isso.


Como é que as pessoas aprendem algo comigo se sou distante e ao mesmo tempo transparente como a água límpida de um oceano?

Não sei.


É a protecção que me mostram que têm comigo, é o carinho, o "sempre que precisares de alguma coisa estamos aqui!", é o gostarem da minha companhia, da minha alegria, por vezes até dos meus desabafos e choros inesperados.

Aprendem comigo como?



Se por instantes no tempo fosse como a areia de um deserto que se deslocasse para muito longe como seria? O que restaria?

Pergunto-me tantas vezes.



A noite tem este poder em mim, existe um "click" que diz: "Chega Ana, não dá mais."

Os meus outros momentos, dos milhões que tenho.


(no outro dia deram-me um abraço exactamente no momento que precisava, Obrigada Fofinha.)

 

 

publicado por Bolha às 01:28

Maio 07 2009

 

Hummm,




O Gelado Estava Mesmo Bom.

Há quantos anos não me deliciava com um?

Bem bom, vou dizer.

 

Sabes que me farto de rir contigo não é?

Confiança. Aprendizagem. Crescimento.

 

Segura de Mim? Sim.

publicado por Bolha às 21:55

Maio 03 2009


Lembrei-me.

Lembrei-me daquele mar profundo, daquelas águas azuis claras, daquele sol que queimava a pele.

Lembrei-me daquele dia, em que corajosamente fui para o fundo do mar.

Com fato de mergulho e garrafa de oxigénio às costas, entrei no mar quente, o sol a pique!


"We go down, ok?", ela dizia.

Segurei a corda com força e algum receio, Meu Deus, e se não conseguir voltar para cima? Afastei os pensamentos e comecei a descer.

Como os meus ouvidos doíam, foi com muito esforço que toquei com os pés naquela areia. Foi a melhor sensação do mundo. Melhor ainda foi aquela, quando olhei para cima! Meu Deus, estava tão lá em baixo!

 


Flutuei, magicamente nadei. Um mundo meu só lá em baixo, que silêncio, tranquilidade. Nadei, rodeie um coral, os pequeninos seres vivendo tranquilamente no seu paraíso.


Como gostaria de lá não sair !


Os peixes nadavam mesmo a meu lado, grandes estrelas do mar estavam à vista.

E tudo se movimentava ao sabor da corrente, que tanto movimentava as algas, os peixes e a mim.


Como gostaria de poder retirar aquela máscara que me segurava à vida ! Deixar-me ficar sentada na areia, ou mesmo deitada, a olhar para um diferente céu, rodeada de um diferente mundo. Um mundo tão mas mesmo tão bom.



Mas tive de voltar.

Foi a melhor experiência e já me tinha esquecido dela.

República Dominicana.


Uma óptima semana ! ^^

 

Obrigada AnonimaFilipa, recebi um miminho.

 

O que me faz sentir uma diva?

Autênticidade.

O meu poder de Reflexão.

Força Interior.

A Felicidade Pura.

O sorriso partilhado.


Abril 10 2009

 

 

Onde estou?

Na varanda . . . O tempo não está muito bom, o vento sopra, mas ao menos não chove !

Olho para o lado esquerdo . Aquele canto . Olho para o céu como muitas vezes o fiz, mas desta vez não está lá a lua que tantas vezes observei . . . Hoje o céu está azul com nuvens brancas que se movimentam com uma força que não conseguimos imaginar .

 

 

Gosto de relembrar, gosto de relembrar aquelas noites em que o quarto se tornava insuportável, que queria apanhar frio, congelar os meus pés, a ponta do nariz. Precisava de chorar naquela altura sem ninguém ouvir. Nessa altura todos se preocupavam, a Bolha para ter os seus momentos precisava de um espaço escapatório - a varanda. Lembro-me das quantas vezes que te telefonava, em pânico, sem vontade de continuar . . . Telefonava-te porque eras a única que compreendia, atendias sempre com a mesma frase: "Oh Ana...", naquela forma meiga e carinhosa que apenas tu sabes fazer . . . Eu normalmente respondia: "Peço desculpas por incomodar mas não me sinto muito bem . . ." . E prontos, conversavas comigo até me sentir tranquila, tentavas-me fazer rir . . . E assim houve muitas noites. Não só nesta varanda, lembro-me quando ia passar os fins-de-semana com os meus pais em Espanha. Lembro-me de um, que de facto foi aterrador...

 

Enfim, estas lembranças só me fazem respirar bem fundo, de alivio por já ter passado. Por muito que tenham sido más, devemos sempre recordá-las, não as tornar esquecidas, devemos tirar sempre algo de positivo, algo que com elas aprendemos e devemos sempre constatar no quanto mudámos positivamente a partir desse momento.

 

O quanto já lutámos, o quanto caímos e achámos que não nos levantaríamos mais.

 

 

Acima de tudo reconhecer a nossa força interior para ultrapassar os obstáculos que surgem na vida !

Felizmente hoje estou nesta varanda, não no canto, mas sim noutro sitio . Não chorando mas sim com um sorriso ! Mudanças . . .

 

Foi muito difícil mas já passou .

 

Posso Sorrir !


Pausa no estudo da Matemática. ^^ . Aquelas probabilidades dão-me cabo da cabeça ! Lol

publicado por Bolha às 15:50

Um pequeno canto, sabes aquele sitio ? Como é que explico . . . A tua pequena bolha que te separa do mundo na qual pensas, reflectes, sais de ti . . . Voas ! Quando te sentes verdadeiramente livre.
Photobucket
mais sobre mim
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14

16
18
19
21
22

23
24
25
26
28
29

30
31


comentários recentes
tenho muito orgulho em ti <3
Adoro ler o que escreves, vai custar um pouco não ...
Olá mais uma vez, não tenho vindo aqui à tua bolha...
nao acredito ;(fg nem acredito k vou deixar de aco...
http://asnossaspalavrasperdidas.blogs.sapo.pt/Visi...
Será um dia melhor de certeza. =)
Oláá :D Venho só informar-te do meu novo blog : ht...
há vidas tristes.
Equilíbrio é fundamental para a nossa caminhada na...
Oláaa* Minha QuerIda Bolhinha* =)Ontem adormeci co...