Pensamentos Imperfeitos

Agosto 15 2009

 "A vida não é triste, tem horas tristes."

 

Lembro-me de tudo o que tive, do que tenho e poderei vir a ter... Deixo o meu corpo relaxado, invadido pelo clima do ar e pelo som que se propaga calmamente. Novamente aqui, na casa que é minha, novamente no meu espaço... Abro todas as portas, ligo o som do rádio, lixo-me para os vizinhos e ponho no máximo... Salto, solto o cabelo, deixo-o voar livremente... É meu, tudo o que salta é meu e só meu, o meu corpo, possuo-o, sou eu que trato e cuido dele. Se não gosto destruo, se o adoro abraço-o... Hoje o dia começou da melhor maneira, com um sorriso, com aquele bem-estar de estar com quem estou, de possuir a tal compreensão... Hoje o dia foi para a minha família e para mim... Hoje fui minha por horas, hoje olhei para a imagem reflectida e disse: "You are crazy!", e mais uns tantos saltos e passos para além e para cá... Abrir e fechar de luzes, a casa rodou para mim, respirou oxigénio, sentiu-se viva, ouvi-a por instantes.


 

Não, hoje não apareceste tu, aquela Ana que assusta, que possui olheiras, sem brilho, inchada de tantas lágrimas e angustias por derramar...

Não, hoje estava leve que nem uma pena . . .


Julho 17 2009

 

Dança comigo numa dança sem fim, faz-me esquecer e agarra-me, agarra-me com força para eu não fugir !



Vou esquecer-me durante um bocado de ti, sim fica aí escondida, não me maces, não me chateies, deixa-me um pouco. Tornei-me transparente reparas-te? Viste? Ganhei a apanhada e as escondidas, agora anda para aí perdida que eu não quero saber. Tenho as unhas pintadas de vermelho e passou-me pela cabeça pintá-las uma de cada cor. Agora consegui abafar-te um pouco portanto vou gozar enquanto estás fora. Sim, sim já sei. Farta que me grites aos ouvidos e me ponhas de mau humor, just go away friend. Hoje acordei um pouco melhor e tenho ganho o dia, a minha luta filha? Ai, ai, estou a ganhar ! Eu ganho e ganho, por muito que as pessoas não vejam isso, mas o que é que importa? Eu é que tenho de me dar valor! Sim, é pena não conseguir dizer isto nos momentos que estás mais perto de mim mas enfim, ao menos digo agora e isso faz-me consciente de mim, faz-me ter lembranças que a minha vida até tem altos.



Isto são o que se chamam conversas para dentro!


 

(hum, a precisar daquelas conversas, daquelas nas quais saio com dor de cabeça, que me faz olhar para dentro e para fora, a precisar que se ria à minha frente e a necessitar de ouvi-la! Vá, acabe lá com as férias se faz o favor! É a maior, sem dúvida. ^^ )


Julho 02 2009

 

Jogos de dança e de luz, experiências marcantes, pessoas sem igual. Volta e volta, porque o teu tempo chegou, solta-te, não receies, não receies de seres tu. Basta um gesto, um simples gesto e transformas o mundo, transformas-o num bonito jardim recheado de cores e cheiros distinguíveis à distancia. O quanto um sorriso transforma, o quanto as crianças nos ensinam, o quanto elas nos fazem pensar. No nosso próprio mundo, este mundo que é diferente delas. . .

 

Uma menina chamou-me a atenção, de olhar fixo no horizonte, recolhida em si sem qualquer contacto com o exterior. Menina amável, muito simpática quando nos dirigíamos a ela, um pouco receosa mas sempre que recorríamos à sua atenção ela dava o máximo que conseguia. Ao lado de um irmão protector, responsável talvez em demasia para a sua idade, caminhava segura, dava-lhe a mão. Um amor sem igual, impressionante e muito bonito de ser ver, a sua cumplicidade. Através de expressões faciais e de alguns barulhos que não conseguíamos distinguir percebíamos um pouco como ela se estava a sentir. Na altura em que o mundo e a brincadeira que se desenrolava pareceu-lhe angustiante e até terrifica para ela, chorou, chorou fortemente, recolhida nos seus braços, recolhida no seu mundo. O irmão abraçou-a, deu-lhe a máxima atenção, puxou-a e percebeu que a sua pequena irmã queria dar uma volta, longe dos outros, e assim foi, dando a mão à sua irmãzinha, à sua pequena irmã que, para ele tornara-se a sua maior preciosidade e responsabilidade. Não foi só esta menina magnífica que me fez curiosa e extremamente realizada no final do dia estafante de trabalho, foram todos eles, o menino das bochechas, que estava sempre em posição de buda, agarrado á sua pá, aprendeu nesse dia que era um sapo, ria-se tanto, mas de uma forma pura e contagiante, meu pequenino, deste-me uma grande alegria quando me deste a tua pequena mão rechonchuda. Depois foram outros, a menina que eu teimava a chamar pelo nome ao contrário e que me deu uma valente dentada no pé, xD, e um chapadão no olho, mas ela tão amorosa a pedir desculpa. Brincava comigo na água, ela, tal e qual como todos eles, adora a água e eu ensinei-lhe como nadavam os golfinhos e os sapos, já que ela só sabia como nadava o tubarão. Uma outra rapariga já grande, com corpo de pequena, mas com uma idade mental próxima da minha, fantástica ! Estou à espera que ela me ensine a dançar.

 

Tantas coisas experimentadas num só dia, tantas emoções e alegrias. Adorei e estou ansiosa para que chegue um novo dia! Tive pena de não os acompanhar hoje, tenho saudades vossas ! É impressionante! Contagiaram-me.

 

 

Pequenos que me fizeram sentir realizada.

Muito obrigada a vocês pequerruchos.

 

(vocês sabem, quando tiver algum tempinho livre respondo aos mails sim? Desculpem, mas também quero escrever como deve ser não é?! ^^)

 


Maio 22 2009

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Desejava ser tua.

Por vezes gostaria que estivesses aqui.

 

 

 

 

Gostava de poder ter discussões estúpidas.

De resolver problemas que não são propriamente problemas.

Gostava de passar momentos contigo.

Podias deixar-me nas nuvens?

Podias olhar-me daquela maneira?

Estás onde?

Hoje ao andar para casa perguntei por ti.

Demoras?

 

Procuro-te, não te encontro.

 



 

"Li na vida e não nos livros, senão tinha ficado um analfabeto funcional."

 

Nunca tinha ido para a consulta com tanta confiança não é? ^^ Bons momentos, boa onda. Estou sim, voando livremente.

Muito obrigada.



(escola a acabar ! =D E eu já a organizar o que vou fazer nas férias! Hehe. xD)


Bom Fim-de-Semana !

publicado por Bolha às 17:04

Um pequeno canto, sabes aquele sitio ? Como é que explico . . . A tua pequena bolha que te separa do mundo na qual pensas, reflectes, sais de ti . . . Voas ! Quando te sentes verdadeiramente livre.
Photobucket
mais sobre mim
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14

16
18
19
21
22

23
24
25
26
28
29

30
31


comentários recentes
tenho muito orgulho em ti <3
Adoro ler o que escreves, vai custar um pouco não ...
Olá mais uma vez, não tenho vindo aqui à tua bolha...
nao acredito ;(fg nem acredito k vou deixar de aco...
http://asnossaspalavrasperdidas.blogs.sapo.pt/Visi...
Será um dia melhor de certeza. =)
Oláá :D Venho só informar-te do meu novo blog : ht...
há vidas tristes.
Equilíbrio é fundamental para a nossa caminhada na...
Oláaa* Minha QuerIda Bolhinha* =)Ontem adormeci co...