Pensamentos Imperfeitos

Agosto 03 2009

  "

(...) Acredito que estamos mais fortes, estamos imunes! Não é imune, mas já temos uma "resposta imunitária" mais rápida a estas quedas!!!!Coragem, alegria abundam no nosso interior.(...) Deu.nos coragem para melhorar o nosso futuro, para desfrutar de um futuro melhor!

Agora é sempre subir, subir, subir a nossa escada que é a nossa vida, nunca descer! Não podemos cair mas se cairmos já sabemos, sorrir. Sorrir, sentir a verdadeira felicidade que percorre no nosso íntimo! Somos assim ^^

Ao me lembrar daqueles tempos "negros" fico com medo que possa vir a acontecer novamente, mas eu sou capaz de sorrir para o "meu" actual...revejo.me como uma experiência!Se eu conssegui ultrapassar aquilo também irei concerteza superar todos os desafios que o futuro nos reserve!


'Bora sermos felizes???

"

Andava simplesmente a lixar-me para ti, fizesse as merdas que fizesse, não me importava ou tanto me incomodava, eu sabia que a tristeza voltava novamente... Eu sabia que era fraca, deixei de ouvir o meu coração, deixei de me esforçar... O quê? Já iam numas tantas semanas assim não era? Não importava se tinha ou não alguém do meu lado, alguém que atendia o telefone, tanto fazia... Tu simplesmente não eras ninguém, olha talvez esqueci-me que existias. Queria lá saber se estava a fazer-te mal, afinal até quando é que isto iria? Se és fraca então mais vale destruir-te agora... Sim, puseste vozes a falar para dentro de mim, fizeste com que a minha cabeça não conseguisse parar mas, minha querida, para teu bem parei eu...

 

Sentada no muro ao pé da piscina ai fiquei eu ontem à tarde, vamos meditar um pouco, falei eu contigo... Olhei em frente, a paisagem estava dividida em duas, uma invadida pela sombra profunda, outra pelo resplandecente sol... E aí fiquei... "O que é que queres afinal?" . "O que é que pertendes?"... Milhões de perguntas, porquês, soltaram-se da minha cabeça, mandei-os acalmar, não poderia responder a todos ao mesmo tempo. Depois juntei o comentário que me fizeram em cima,"Sim, quero ser feliz!", Bora sermos felizes, porque não? Bora sentir apenas por sentir, vamos sair...

 

Vamos à procura da felicidade, vamos viver plenamente o nosso ser, vamos "cagar-nos" para coisas estúpidas e sem sentido mas que nos corroem e fazem-nos andar aos circulos. Olha, já nem me interessa o que foi antes, apenas sei que foi a tal experiência e que sou uma sortuda por tê-la ultrapassado... Sim Sortuda, porque abriu-me os olhos como muitas pessoas nesta sociedade deviam tê-los, Bem Abertos!

 

Agora inspira novamente minha querida Ana, peço desculpas por ter-me lixado para ti.

 

 

E à borda da piscina, molhando os pés, enrolada na minha toalha, disse para mim:

"Vou cuidar de ti!"

 

E vou porque és a minha melhor amiga, és aquela que estarás sempre presente.

Sim, isso mesmo, aquela que está cá dentro.

 

 

(eu tenho destes momentos um pouco estranhos em que falo para mim eu sei, pode não paecer muito normal, mas olhem sou assim.)

Agora vou ali e já volto !

Obrigada Young MJ*


Agosto 02 2009

 

Após a extensa tarde, de um lado para o outro na baixa, fui para a estação e pedi o bilhete para o próximo comboio. Esperei, sentada, pelas 4h20... De um lado para o outro as pessoas vinham, umas apressadas, outras nem tanto. Estavam também lá jovens da minha idade, de mochilas às costas, pranchas de surf, iam acampar... Não eram de cá, vinham do norte. Se me apetecia isto? Nem pouco mais ou menos, lá fiquei no meu mundo... Dirigi-me, quando eram já horas, para a linha três e entrei na primeira cabine. Sentei-me e olhei em frente. Lá estavas tu... Despertaste logo a minha atenção pois, no teu colo, possuías um caderno, estavas de lápis na mão, pensativo preenchias páginas com a tua escrita. Nessa altura desejei ir ao pé de ti e perguntar-te o que tanto escrevias... Olhavas para qualquer lado, como se procurasses respostas ou inspiração, depois concentravas-te novamente no caderno... Eras mais velho que eu mas durante alguns instantes observei-te. Estavas sozinho e isto parecia ainda te preencher e iluminar. Não sorrias, mas pelos cantos da tua boca notava-se um leve sorriso. Num momento levantaste-te e foste á janela, afias-te o lápis lá para fora...

 

 

Enfeitiçaste-me e deixaste-me tranquila... Pensei para mim: "Afinal ainda existem!"

 

 


Maio 22 2009

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Desejava ser tua.

Por vezes gostaria que estivesses aqui.

 

 

 

 

Gostava de poder ter discussões estúpidas.

De resolver problemas que não são propriamente problemas.

Gostava de passar momentos contigo.

Podias deixar-me nas nuvens?

Podias olhar-me daquela maneira?

Estás onde?

Hoje ao andar para casa perguntei por ti.

Demoras?

 

Procuro-te, não te encontro.

 



 

"Li na vida e não nos livros, senão tinha ficado um analfabeto funcional."

 

Nunca tinha ido para a consulta com tanta confiança não é? ^^ Bons momentos, boa onda. Estou sim, voando livremente.

Muito obrigada.



(escola a acabar ! =D E eu já a organizar o que vou fazer nas férias! Hehe. xD)


Bom Fim-de-Semana !

publicado por Bolha às 17:04

Maio 14 2009


Numa esfera viva de movimentos e rotações de 360º, a minha vida gira.

 


A minha vida gira como a tua também, e como da pessoa a teu lado.

Olha-me. Diz-me um segredo teu, responde-me, Ouve-me.


Longe? Não querido, estou perto. Deixa-me enrolar nas redes, deixa-me ser arrastada pela corrente, deixa-me. Solta-me e preocupa-te menos. Quero mas não te quero. Não te desprezo, não te falo incorrectamente, sou simples à minha maneira e simplesmente sorriu quando me apetece, da maneira como me apetece. Choro? À tua frente, nas tuas costas, quando nem sonhas.

Não escondo nada de ti, digo que sou transparente.


Sou como a àgua do mar, transparente mas é exactamente nessa altura que está mais fria. Talvez mais coexistente e segura, na minha maneira de pensar.


Agora deixa-me voar e libertar-me das tuas mãos. Deixa-me conhecer primeiro a mim. Deixas? Claro que sim.


Para alguém, sinceramente não sei. Apeteceu-me apenas.... Dizê-lo !


Balanço positivo!

Ondulo como as ondas, para cima e para baixo, ondulo.


Hoje vou ver David Fonseca e Klepht está dito.

publicado por Bolha às 19:37

Um pequeno canto, sabes aquele sitio ? Como é que explico . . . A tua pequena bolha que te separa do mundo na qual pensas, reflectes, sais de ti . . . Voas ! Quando te sentes verdadeiramente livre.
Photobucket
mais sobre mim
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14

16
18
19
21
22

23
24
25
26
28
29

30
31


comentários recentes
tenho muito orgulho em ti <3
Adoro ler o que escreves, vai custar um pouco não ...
Olá mais uma vez, não tenho vindo aqui à tua bolha...
nao acredito ;(fg nem acredito k vou deixar de aco...
http://asnossaspalavrasperdidas.blogs.sapo.pt/Visi...
Será um dia melhor de certeza. =)
Oláá :D Venho só informar-te do meu novo blog : ht...
há vidas tristes.
Equilíbrio é fundamental para a nossa caminhada na...
Oláaa* Minha QuerIda Bolhinha* =)Ontem adormeci co...